<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1822643671395020&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Chegou uma transação suspeita? Saiba como se proteger da fraude

Antifraude para e-commerce, fintechs, bancos, venda direta, telecom e outros segmentos

Ajudamos você a encontrar o melhor produto

Fale com nossa equipe comercial

Protegendo seu negócio contra ataques fraudulentos

Para obter sucesso, fraudadores evitam possíveis radares de uma solução antifraude. Se não conseguem atacar, seguem adiante à procura de um alvo mais fácil. Use inteligência artificial na prevenção de fraudes, deixando claro que você está de olho nas transações do seu negócio.

A vez do antifraude

Prevenir e gerenciar a fraude significa ganhos financeiros e sustentabilidade para o crescimento da sua empresa. Nossa plataforma utiliza diversos fatores de análise e uma combinação única de tecnologia, inteligência estatística e análise humana especializada.

Entenda como a fraude ocorre em cada segmento e a importância de ter um antifraude

Uma só fraude pode ser devastadora para a saúde de seu negócio.
Por isso, é preciso combatê-la, e o primeiro passo é dominar o ecossistema que a envolve.

Fraudes no E-commerce

Considerado o tipo mais simples e recorrente de fraude, ocorre em clonagens de cartões, roubo ou vazamento de dados, etc. Ela é chamada de limpa pelo fato do fraudador ter dados legítimos da vítima, tornando mais difícil a identificação da ação fraudulenta por parte de alguma solução antifraude. Neste caso, o criminoso pode, por exemplo, comprar em lojas virtuais e receber normalmente o produto. A vítima, ao receber a fatura do cartão, contesta a compra, que é cancelada pela administradora e gera o prejuízo, chamado de chargeback, ao varejista.

Ocorre, via de regra, quando um parente – ou alguém muito próximo – utiliza o cartão de crédito do titular sem o conhecimento do mesmo para fazer compras. Com isso, a ‘vítima’ contesta a compra por não saber que um parente ou amigo utilizou seus dados para efetuar uma transação, podendo deixar a gestão antifraude com a sensação de ‘mãos atadas’.

Acontece quando o próprio titular do cartão faz uma compra e, após receber o produto ou serviço, o toma para si como vantagem e diz na operadora do cartão que não reconhece aquele lançamento na fatura, deixando o prejuízo todo para o varejista. Dos tipos mais comuns de fraude, este é o que causa mais preocupação, por ser extremamente difícil de identificar, independente do sistema antifraude utilizado.

O que você deve procurar numa solução antifraude?

grafico-solucao-antifraude-v2
  • Equilíbrio entre índice de chargeback, tempo de resposta e taxa de aprovação
  • Solução que atenda o seu modelo de negócio
  • Mínima fricção com o consumidor final
  • Atingir o maior ROI independente do valor cobrado por análise de pedidos

Fraudes em Serviços Financeiros

As fraudes que ocorrem no ato da contratação na área de Serviços Financeiros geralmente estão ligadas ao uso indevido de dados sensíveis de clientes legítimos, que são de alguma forma vazados por criminosos que estão sempre com a criatividade ativa para prejudicar pessoas honestas e burlar sistemas antifraude. Com dados roubados, é possível contratar empréstimos, financiamentos, emitir cartões, contratar seguros, etc. Os prejuízos neste segmento incluem despesas com processos judiciais movidos por clientes legítimos que se sentem lesados, além das perdas mais óbvias, que dizem respeito às contratações que nunca serão pagas.

Não é raro uma empresa confundir um caso sério de fraude com um evento relativamente comum como a inadimplência, pois ambas têm características parecidas, como o prejuízo gerado e o atrito que podem causar com bons clientes. Ao contrário do que acontece em fraudes, a inadimplência ocorre, muitas vezes, por causa de clientes legítimos que deixam de pagar pelos serviços por questões que vão além de seu controle e sua vontade - perda de emprego, por exemplo. Infelizmente, mesmo que não haja má fé, há prejuízo para o varejista, o que torna necessário se proteger contra a inadimplência com a mesma seriedade que se protege contra fraudes, embora seja necessário calibrar a solução antifraude utilizada para não confundir os dois casos.

Fraudes em Venda Direta

Neste segmento, a fraude pode acontecer, basicamente, no momento da inscrição de um novo consultor sem a ciência do mesmo, no cadastro sem intenção de pagamento e no uso de dados de conhecidos ou familiares. As motivações dos fraudadores são variadas. Vão desde obter benefícios em programas de reconhecimento interno, passam por acesso a kits iniciais com produtos para uso ou revenda, e vão até a aquisição de produtos para comercialização ilegal.

No ato da transação, a fraude pode acontecer, basicamente, em três diferentes vertentes, que vão desde a efetivação de um pedido sem conhecimento do dono dos dados, passam pela geração de um pedido sem a intenção de pagamento, e vão até a solicitação de entrega no próprio endereço do fraudador.

Fraudes em Telecomunicações

As fraudes do setor de telecomunicações se dividem, via de regra, entre clientes e vendedor/backoffice. Por parte dos clientes, elas acontecem, basicamente, na contratação de serviços e planos com dados fraudados – de terceiros ou de parentes –, acesso a aparelhos sem a intenção de pagamento, upgrade de planos sem alteração de preço, desvio de equipamentos e consumo indevido.

Nesta frente, geralmente as fraudes acontecem em vendas indevidas para atingimento de metas, roubo de vendas e fraude de comissionamento, descontos indevidos e redução de fatura, redução de fatura e descontos indevidos e upgrade sem cobrança.

Como se proteger?

Todas as empresas precisam se precaver. É fundamental ter um parceiro especializado em gestão antifraude, como a ClearSale, que sempre desenvolve tecnologia proprietária para proteger seus clientes. Abrir mão deste tipo de serviço é assumir um alto risco, já que fraudadores sempre estão atrás de brechas em sistemas de proteção. Além disso, é importante que tenha como cultura a adoção de boas práticas, como os exemplos ao lado, para dificultar a ação de fraudadores.

antifraude01-anim

Senhas fortes

Alertar o consumidor para o uso de senhas mais elaboradas.

antifraude02-anim

Trocas periódicas de senhas

Estabelecer um prazo para que senhas expirem.

antifraude03-anim

Marketplaces

Ter sempre muito claro e transparente a loja da qual se compra o produto.

antifraude04-anim

Retirada em lojas

Informar claramente ao seu parceiro antifraude quando essa modalidade de entrega é utilizada em sua loja, pois assim ele pode se preparar e te proteger de eventuais ataques.

antifraude05-anim

Vales

Aconselha-se não permitir a mudança do endereço de entrega quando um vale for usado na compra.

antifraude06-anim

Envolver segurança da informação

Ter alguém na equipe com conhecimento de segurança da informação, para contribuir com experiência e informações.

Primeiros Passos

Junte-se a algumas das empresas mais importantes do Brasil.

Contrate uma solução antifraude ClearSale.

Preencha o formulário abaixo que entraremos em contato